quarta-feira, 21 de março de 2012

Sobre a imperfeição que é o amor.


" (...) mas acontece tipo assim: lembro do seu rosto, do seu abraço, do seu cheiro, do seu olhar, do seu beijo e começo a sorrir, é assim mesmo, automático, como se tivesse uma parte do meu cérebro que me fizesse por um instante a pessoa mais feliz do mundo, mas que só você, de algum modo, fosse capaz de ativar. Eu sei, é lindo. Mas logo em... seguida, quando penso em quão longe você está sinto-me despedaçar por inteira. Sabe a sensação de arrancar um doce de uma criança? Pois é, sou essa criança. E dói. Uma dor cujo único remédio é a sua presença. Então sigo assim, penso em você, sorrio, sofro e rezo, peço pra Deus cuidar da gente, amenizar essa dor e trazer logo a minha cura."
|Caio Fernando Abreu|


Awesome-boy-boyfriend-curly-hair-cute-favim.com-330648_large 



- Estou indo.
- Tudo bem - eu disse meio seca, meio paralisada - Eu também estou indo.
- Boa sorte. Até qualquer dia!
       E nesse momento ele largou a minha mão. Tive vontade de dizer que iria sentir falta dele como sinto falta do pedaço de bolo de chocolate que minha mãe fazia quando eu era criança. Queria ter a coragem de pedir desculpas por não ter dado meu coração pra ele, mas que agora eu o recompensaria, que daria minha alma, meu coração, meu respirar, o pulsar de minhas veias para ter uma segunda chance com ele. Daria qualquer coisa, pagaria qualquer preço para ter de novo uma tarde de sábado com ele ouvindo "Nirvana". Queria ter lutado para tê-lo de novo apesar de ter mandado ele embora no meu ato de irracionalidade. Queria ter o abraçado pela última vez, o beijado pela última vez. 
      Meu coração bateu tão forte quando o vi caminhando em direção ao avião, que pensei que iria ter um ataque cardiáco, queria correr com toda a minha força e dizer a ele que não posso mais viver sem o sotaque arrastado dele sussurrando em meus ouvidos. Precisava lembrá-lo da vez que a gente dormiu abraçadinho e ele me disse que não me deixaria nunca, que ele prometeu que ia me proteger de todos os fantasmas do passado que insistir em tirar meu sono. 
      Não podia deixar ele ir embora. Mas eu deveria deixar. Ele só estava me dando aquilo que eu queria. Todas as fantasias de uma garota e a idéia de como era o amor perfeito. Mas, eu tive que me lembrar no momento em que o avião decolou: "tal perfeição não existe." O amor é para pessoas verdadeiras que abrem a mente e o coração. E talvez tenha sido esse meu problema, eu abri só a mente e esqueci de abrir meu coração. O amor é para aqueles que percebem que um relacionamento verdadeiro não é uma fantasia. 
        Só consegui sussurrar "Desculpas" por entre lágrimas quando percebi que o avião já tinha sumido no céu. E sei que ele escutou.



Eu te desapontei? 
Ou deixei um gosto ruim em sua boca?
Você age como quem nunca teve um amor,
E quer que eu continue sem nenhum.
|One - U2|

15 comentários:

  1. lembrañças não passam de lembranças. A presença.. vai além.
    ;* lai

    ResponderExcluir
  2. sinceramente eu chorei ao ler a ultima parte ): me trouxe tantas lembranças, lenbranças de sofrimentos passados com tanta dificuldade, mas com o tempo, nem as coisas boas de um relacionamento fail provocam mais saudade, demora, demora e muito, mas se as escolhas levaram a isso, as escolhas lhe apresentará novos rumos e novos amores. MUITO MUITO MUITO LINDO.. inFINITOSS

    ResponderExcluir
  3. Lindooo, viajei nesse texto de uma forma que até meu coração apertou aqui.

    Um beijo minha querida. ;*

    ResponderExcluir
  4. Às vezes perdemos por falar demais, outras por nos calarmos! E a vida fica dura!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Muito liindo,as vezes calar é bem pior doo que falar...

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu blog e estou a te seguir!!
    Te convido a conhecer o meu cantinho:
    http://belezaeatragedia.blogspot.com.br/

    Se vc gostar me segue tá, bjos.. Até Mais!!

    ResponderExcluir
  7. E amor é assim mesmo uns dão certo, outros não, mas dói saber que a pessoas que agente ama está tão longe.

    ResponderExcluir
  8. Talvez o amor seja somente para os fortes. Ou os fracos, quem sabe.
    Saudade daqui, beijo.
    http://sabrinanunees.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Complicado =T
    Talvez não ela não devesse ter deixado ele partir...

    ResponderExcluir
  10. Uma das sensações mais amargas é o de arrependimento. Uma pena quando isso acontece tarde demais para voltarmos atrás.
    Adorei o conto, ficou perfeito com o trecho de Caio lá no início.
    Beijos, flor!
    Cada dia mais perfeito aqui! *-*

    ResponderExcluir
  11. hoje eu acordei passando pelo mesmo que você. que sensação mais estranha, credo.

    ResponderExcluir
  12. Se for amor, a distância não vai deixar se apagar
    (clichê, mas creio que seja verdade, rs). (:
    Costumo dizer que o amor é apenas para os fortes,
    mas as vezes os fracos me surpreendem.
    E quantas coisas perdemos por medo de falar...

    http://changesl.blogspot.com.br/ - ;*

    ResponderExcluir
  13. Sempre tem uma frase que deixamos de dizer, as vezes é a que mais importa. E elas pesam tanto depois em nossas lembranças.

    Tão lindo teu texto, quero mais.

    ResponderExcluir
  14. Não sei porque, mas todas a vezes que leio algo que você escreve eu penso logo C.F e me apaixono E-X-A-T-A-M-E-N-T-E como me apaixono pelas coisas que ele escreve.
    Lindo esse texto, ou melhor, todos os seus são.
    E claro. Esse me fez lembrar ..

    -"Então não o ama mais?
    - Amo. Só guardei isso num cofre. E tranquei. E esqueci a senha.
    Não porque quis. Foi preciso."

    ResponderExcluir

Pior do que uma mulher que fala o que pensa é uma mulher que escreve. (Tati Bernardi)